Modernidade Móveis

Clássicos, Modernos e Contemporâneos

Decoração e composição de mesas

23 de novembro de 2009 | Categoria: Decoração · Dicas| Seja o primeiro a comentar!

i143866

1. Sousplat
2. Prato raso
3. Prato fundo
4. Prato para pão
5. Garfo para peixe
6. Garfo comum
7. Faca comum
8. Faca para peixe
9. Colher de sopa
10. Faca de sobremesa
11. Garfo de sobremesa
12. Colher de sobremesa
13. Faca para manteiga
14. Copo água
15. Copo vinho tinto
16. Copo vinho branco
17. Copo champanhe
18. Guardanapo

Nunca coloque o prato fundo ou qualquer recipiente com alimento líquido quente sobre a mesa. Use sempre um prato raso ou um Sousplat como base.

Apesar da maior parte das pessoas usar o garfo para conduzir o alimento até a boca com a mão direita, ele deve ser colocado do lado esquerdo do prato. Como a maioria da população é destra, a força necessária para o corte dos alimentos deve ficar na mão direita, local correto de colocação da faca. Caso você não consiga conduzir o garfo com o alimento até a boca com a mão esquerda, não há problema. Segure o alimento a ser cortado com o garfo na mão esquerda. Corte com a faca, que estará na mão direita. Descanse a faca na aba superior do prato e transfira o garfo para a mão direita, conduzindo o alimento até a boca.

Ao devolver o guardanapo sobre a mesa, após o término da refeição, coloque-o casualmente do lado direito do prato, sem dobrar. Esse ato só deverá ocorrer após o último alimento servido. Isso inclui a sobremesa e o café.

Os talheres, após o término da refeição, devem ser colocados juntos e paralelos no centro do prato com as bases voltadas para baixo. Esse é o sinal de que você encerrou a refeição.

O arranjo de flores deve ser colocado no centro da mesa e nunca encobrir o rosto das pessoas. Dessa maneira, não existirão barreiras para a conversa durante as refeições.

Jantar

Disponha os talheres da seguinte maneira: garfos à esquerda do prato, facas à direita com as lâminas voltadas para dentro e a colher ao lado das facas. Use um tipo de talher para cada refeição a ser servida.

Os copos devem ficar do lado direito do prato, sempre em ordem decrescente de tamanho, de dentro para fora: o maior para água, o do meio para vinho tinto e o menor para vinho branco. Caso ofereça champanhe, a taça deve estar atrás da fila de copos.

Evite arranjos ou outros enfeites muito grandes sobre a mesa. Desta forma, não existirão barreiras enquanto os convidados conversam.

Já foi o tempo em que flores só podiam ser exibidas em vasos elegantes. Sopeiras, copos, xícaras, pequenas garrafas e recipientes as abrigam com muito charme.

Toalhas de tecido são as mais indicadas para este tipo de ocasião. Escolha uma cor ou padrão que combine com a louça que será utilizada.

O uso do Sousplat é indicado. Essa peça serve como base no momento da troca dos pratos durante o jantar. Deve ser mantido na mesa até a última refeição servida, incluindo sobremesas.

Os lugares dos convidados devem ser marcados respeitando o protocolo, mas outros fatores como afinidade, devem ser levados em conta.

Evite música alta e de ritmo acelerado. O ideal é escolher sons mais suaves e que possuam um estilo próximo à sua personalidade.

Reserve alguns pratos, copos e xícaras a mais para um evento, pois acidentes sempre acontecem. Para dez convidados, separe 14 peças de cada item.

Dicas

Marcas de pentes e trilhos:
Produtos de porcelana e cerâmica, após a esmaltação, são encaminhados a um processo denominado “Queima Esmalte”. Durante essa etapa, eles são acondicionados em refratários. Esse apoio é feito pelas bordas e aba inferior das peças, deixando pequenas marcas conhecidas como “Marcas de pentes e trilhos”. Pente é o nome dado ao suporte responsável por apoiar a aba inferior durante a queima do esmalte. Trilho é o acessório que sustenta a aba das peças. Todas as empresas que utilizam esse processo de queima têm essas marcas no verso dos seus produtos. Em consideração ao consumidor, a Modernidade informa você sobre isto e informa também que apenas nos produtos da Linha Biona e na Coleção Jasmim da Linha Daily essas marcas estão presentes.

Durabilidade:
Os produtos cerâmicos Modernidade são produzidos com composição de massa do tipo feldspática. Essa característica, acrescentada a temperaturas de queima e menor porosidade, conferem às peças uma maior resistência aos impactos do dia-a-dia, especialmente quando comparadas a outras cerâmicas do tipo dolomítica ou semidolomítica dos demais produtores nacionais.

Infiltração e absorção:
Todos os produtos cerâmicos possuem porosidade que pode variar entre 12% a 20% nas massas do tipo dolomíticas e semidolomíticas. Nas massas feldspáticas, este valor cai para 8% a 12%. Essa porosidade pode ocasionar infiltrações durante o uso diário. Os produtos Modernidade são os únicos em todo Brasil impermeabilizados com um material especial que praticamente os isenta desse problema.

Riscos de talheres:
Os esmaltes cerâmicos possuem dureza superior a maioria dos metais utilizados na fabricação de talheres. Por isso, toda vez que um talher, produzido com metal de baixa dureza for utilizado em produtos cerâmicos ou de porcelana, sofrerá um desgaste sobre o esmalte. Na verdade o que ocorre não é um risco na peça e sim um desgaste do metal. Isto não ocorre com talheres mais sofisticados, pois são produzidos com metais mais nobres e, conseqüentemente, mais duros. Para eliminar essas marcas, existem alguns produtos conhecidos como “Pasta Cristal”.

Diferença de tonalidade:
Todos os produtos de cerâmica ou porcelana apresentam pequenas diferenças de tonalidade em seus tipos de decoração. Isto pode ocorrer em função de algumas razões, tais como:
a) Produtos decorados com decalques: apesar do processo de produção de decalques ser preciso, podem ocorrer pequenas variações na camada de tinta em uma impressão de grande lote. Isto poderá ser sentido em leves variações de tonalidade dos produtos finais.
b) Produtos decorados em tampografia e serigrafia: a tampografia também é um processo de impressão e por isso pode possuir algumas variações na camada de tinta sobre as peças, na diferente porosidade das peças decoradas, entre outros. Esses fatores podem resultar em produtos finais como leves diferenças de tonalidades.
c) Esmaltes coloridos: quando ocorrem variações normais de porosidade nas peças decoradas, a camada de esmalte poderá sofrer diferenças entre uma peça e outra. Isto, por conseqüência, resulta em pequenas diferenças de tonalidade.

Gretagem:
É o aparecimento de pequenas trincas na superfície das peças. Isto acontece somente na superfície do esmalte das peças e ocorrem à medida que há um descompasso entre a dilatação da massa cerâmica e o seu esmalte. A gretação aparece em todos os produtos cerâmicos, o que difere entre um e outro e o tempo que levará para ocorrer. A Modernidade, além de possuir dois controles rigorosos para tardar ao máximo esse fenômeno, não utiliza massas dolomíticas e semidolomíticas na sua produção, pois estas são mais suscetíveis a gretagem.

Choque Térmico:
Os produtos Modernidade são resistentes a variações de temperatura e, com exceção da linha New York, todos podem ser levados ao microondas. No entanto, deve-se evitar o choque térmico brusco. Ou seja, colocar uma peça recém-saída do calor em uma superfície fria como, por exemplo, uma pia de mármore.

Autor do post

avatar
Esme Rodrigues

Nasci junto com a Modernidade Móveis e da necessidade desta.

Mais da mesma

Nenhum comentário

  • Não existem comentários ainda. Deixe o seu!