Modernidade Móveis

Clássicos, Modernos e Contemporâneos

Como Montar uma Parede de Quadros

21 de junho de 2010 | Categoria: Decoração · Dicas · Video| 7 Comentários


Dá para preencher uma parede vazia com quadros, mas como fazer isso de um jeito bacana? O arquiteto Gustavo Calazans tira essa e outras dúvidas comuns e ainda ensina truques para você não errar. Tanto no vídeo como na sessão de perguntas e respostas editados pela revista Casa e Jardim.

Assista ao vídeo !

O jeito clássico de pendurar o quadro é centralizá-lo em relação à largura do sofá. Centralize-o também na altura, dividindo ao meio o espaço entre o topo do estofado e o teto. “Assim temos a simetria total.

O que você precisa saber antes de furar a parede

Existe alguma outra forma de decorar a casa com quadros sem que eles sejam pendurados na parede?

Os quadros podem ser apoiados em uma estante, em um móvel ou em uma prateleira. Já fiz alguns projetos colocando quadros em prateleiras, sobre bancadas de home theaters, por exemplo. Você também pode fazer uma brincadeira e deixar alguns pendurados e outros apoiados. O importante é fazer uma composição que dialogue com a decoração da casa e que tenha um movimento legal.

Só pinturas e móveis podem ser emoldurados ou outros objetos também podem ser utilizados como quadros?

Todos os objetos que você quiser pendurar podem ser emoldurados. Relíquias, pequenos objetos que sejam importantes que tenham algum valor afetivo para os moradores da casa. É só você pensar na forma como vai pendurar essa peça, para não ficar uma coisa jogada.

A partir de que altura os quadros devem ser dispostos na parede? Existe alguma regra?

Na verdade, sou honestamente contrário a regras. O que precisa existir é uma relação entre o que existe no ambiente e o que você vai colocar ali. Então, por exemplo, se você tem um sofá mais baixo, o quadro tem que vir um pouco para baixo também. O quadro deve ficar a uma distancia não muito grande da peça já existente da decoração, porque senão dá a impressão de que ele está solto, voando.

O mesmo vale para quem tem pé-direito alto?

Vale a mesma dica. Por mais alto que seja o pé-direito, tem um sofá ou outro móvel embaixo. Os quadros devem começar a ser colocados a partir da peça já existente. Eles podem ocupar a parede inteira ou podem ficar só na parte de baixo. Não necessariamente a pessoa vai ocupar toda a altura da parede com quadros. Então, isso não faz diferença, a não ser que você tenha a intenção de colocar um quadro maior, que ocupe mais espaço nessa parede, ou de colocar vários quadros e fazer como se fosse uma parede toda recoberta de quadros e, aí sim, atingir pontos mais altos do pé-direito. A relação não muda porque ela começa de baixo e não de cima. O quadro não precisa ter uma distância certa do forro e do teto.

Existe alguma parede mais indicada da casa para colocar quadros? De frente para a porta de entrada? Na escada? No corredor?

Acho difícil regrar sobre isso. Em algumas casas, é legal abrir a porta e dar de cara com um quadro, mas, eventualmente, pode não fazer sentido, dependendo do restante da decoração. Vale colocar quadros – ou fotos, gravuras, posteres, objetos… – onde você sente falta de alguma coisa bacana ocupando espaço na parede. Fotos, por exemplo, são mais indicadas para corredores e escadas, pois esses ambientes são um pouco mais íntimos. Ainda assim, acho que é uma decisão pessoal. Não existe uma regra. Eu, particularmente, não gosto de fotos na minha sala, mas conheço quem gosta. Eu também acho mais legal, em vez de colocar porta-retratos sobre os móveis, pendurá-los na parede.

Qual tipo de moldura é mais indicado? As molduras podem ser diferentes entre si, em cores, formatos, tamanhos?

É mais interessante quando há uma riqueza de materiais, formatos e informações nas molduras. Gosto da mistura de trabalhos. Você pode ter uma foto, ao lado de uma tela e de objetos. Aí, dá para usar molduras diferentes para cada tipo de trabalho. Acho legal, por exemplo, ter um trabalho mais rebuscado com uma moldura mais simples, como uma caixa de acrílico, e um trabalho mais simples com uma moldura mais rebuscada. Isso dá uma riqueza ao ambiente, a composição fica com uma cara mais complexa.

Com o que os quadros devem combinar? Com as paredes, com os móveis da sala?

Essa é uma pergunta meio clássica. A minha resposta sempre é a seguinte: quadro não combina. Por mais que a gente fale sobre as peças com função decorativa, os quadros não são, originalmente, uma decoração. Eles são expressões artísticas. Então, você não precisa combinar um quadro com objetos da sala, assim como você não precisa mudar alguma coisa na sua sala para que o quadro fique bem. Mas há uma relação. Se você tem tons mais escuros, tente fazer alguma relação disso com os quadros. É questão de sensibilidade: você olha e vê se aquilo dialoga com o ambiente. Se para você aquilo faz sentido, acho que para os outros vai fazer sentido também porque aquilo vai ter a tua cara.


Tenho um sofá de dois lugares na sala e quero dispor um quadro grande atrás dele, com outros, menores, em volta dele. Isso é permitido?

Claro. Fica muito bacana. A pessoa pode fazer uma parede cheia de quadros, onde há um quadro principal, que é o eixo. Esse quadro provavelmente vai ficar centralizado sobre o sofá e ela pode colocar uma série de quadros periféricos ao redor dele. Apenas preste atenção, porque se você fizer um quadro muito grande, com outros quadros muito pequenininhos, pode ficar um contraste esquisito. É legal ter um quadro grande, com alguns médios e outros pequenos, para fazer uma composição rica em dimensões.

A imagem retratada no quadro deve se relacionar com um ambiente? Existem quadros que ficariam bons em um quarto, mas horríveis na sala?

Antigamente, existiam algumas regras: quadro de natureza morta tinha que ficar na sala de jantar, os de paisagens iam para os quartos e assim por diante. Hoje, isso caiu um pouco em desuso. Temos uma grande mistura de temas e formas de arte, como a fotografia, a gravura, a tela… De novo, vale o bom-senso de cada um.

Todas as paredes da casa devem ter quadros? Existe algum limite de peças para uma mesma parede?

Se você tem paredes muito brancas, é possível ter quadros em todas as paredes, mas é preciso evitar o excesso. Não é legal ter composições muito pesadas ou quadros requintados em todas as paredes, mas não há um limite. Tudo depende da dimensão dos quadros. Já visitei casas onde todas as paredes tinham quadros e os ambientes eram bacanas e também vi outras onde tudo era mais minimalista, com menos quadros, e o resultado também era legal. Tudo tem a ver com a pessoa que vive naquele lugar. Se o morador coleciona quadros ou gosta de muitas referências visuais, há uma tendência a ter mais peças nas paredes, mas não há regras.

Ao mudar a disposição dos quadros na parede, existe algum truque para disfarçar os buracos feitos anteriormente?

O truque mais clássico é colocar um quadro em cima do furo. É preciso refazer a composição de modo que todos os furos sejam cobertos por quadros novamente. Quando você tem muitos quadros, com tamanhos muito diversos, isso fica mais difícil, mas é  como um quebra-cabeças. Você consegue fazer. Se a parede for branca, dá para disfarçar com uma massa cobrindo os furos. Agora, se a parede for colorida, não tem jeito: ou você chama um pintor ou distribui os quadros de forma que os furos sejam todos recobertos.

É possível ter vários estilos de quadros numa mesma parede?

Totalmente. Tanto você pode ter diferentes meios de arte, como gravuras, fotografias e objetos, como pode ter quadros de estilos diferentes: um figurativo, com outro abstrato, um mais construtivista… Tudo funciona. O importante é que a pessoa se sinta à vontade com aquilo que está colocando na parede.

Fonte de matéria:  Casa e Jardim

Autor do post

avatar
Esme Rodrigues

Nasci junto com a Modernidade Móveis e da necessidade desta.

Mais da mesma

7 Comentários

  • 1 Rebeka Alves | 22 de junho de 2010 às 17:26

    Mais uma vez parabéns pela matéria! sempre de mta utilidade!

    Responder comentário

    Resposta de Esme

    Rebeka!
    Bom Dia!
    Ficamos felizes com o seu comentário.
    Muito obrigada pela gentileza!

    Beijos!
    Esme Rodrigues

    Responder comentário

  • 2 Mary | 9 de julho de 2010 às 20:18

    Obrigada. Aprendi muito sobre distribuição de quadros. Estou com o partamento montado, mas faltam os quadros. É sempre uma preocupação furar a parede sem estar certa de que ali é o melhor lugar para determinado quadro.
    Vou arricar, mas, agora, com mais segurança.
    Mais uma vez, obrigada

    Responder comentário

    Resposta de Esme

    Olá Mary!
    Como está?
    É gratificante ler comentários como o seu.
    Muito obrigada por nos deixar saber, o quanto nossas matérias são úteis.
    Aguarde novos artigos.

    Beijos Mil!!!!!

    Esme Rodrigues

    Responder comentário

  • 3 Anne | 6 de outubro de 2010 às 23:47

    Oi tenho quadros meus pintados em oléo sobre tela com florais e campos…mas modernas e bem coloridas, seria possível colocar na mesma parede um quadro com a foto da Torre Eifel em preto e branco por exemplo com um estilo mais clean e moderno?

    att, Anne

    Responder comentário

  • 4 joeslia | 12 de outubro de 2010 às 19:04

    ACHEI SUPER VALIOSAS AS DICAS, MAS GOSTARIA DE SABER QUE TIPO, TAMANHO E QUANTIDADE DE QUADROS POSSO COLOCAR NA PAREDE JUNTO A UMA ESCADA QUE DA ACESSO AOS QUARTOS DA CASA. EU NÃO QUERO COLOCAR FOTOS.

    Responder comentário

  • 5 simone rebeca | 6 de março de 2012 às 11:41

    olá! tenho uma moldura em mdf 1,10x 75,e queria saber se posso pendura-la na parede e colocar quadros menores dentro dela,obrigada.

    Responder comentário