Modernidade Móveis

Clássicos, Modernos e Contemporâneos

A importância dos vasos na decoração

15 de janeiro de 2010 | Categoria: Decoração · Dicas| Seja o primeiro a comentar!

Vaso

A importância dos vasos para a decoração da casa e do jardim é evidente, mas saiba quais os fatores que devem ser levados em consideração na hora da compra.

Eles são bem vindos em qualquer parte da casa: seja na sala, no jardim, perto da piscina ou até mesmo no banheiro. Mas, na hora da escolha, encontrar o vaso certo para transformar aquele canto sem graça em um espaço especial é tarefa na qual deve-se levar em conta alguns fatores importantes.

Segundo o portal Paisagismo Brasil, a primeira pergunta que se deve fazer na hora de comprar um vaso é onde se pretende colocá lo. Se o objetivo é adquirir um para a parte externa da casa, deve se verificar o material utilizado na fabricação do objeto, que deverá ser mais resistente. Alguns materiais voltados para isso são o concreto, resina plástica ou resina de vidro, que oferecem mais resistência contra chuva, vento e outras condições às quais serão expostas em um jardim externo.

Os modelos artesanais em cerâmica também podem ser colocados na parte externa da casa, mas não oferecem tanta resistência aos fatores climáticos. Portanto, se você quer que o seu vaso tenha uma vida longa, é mais aconselhável utilizar estas peças em locais internos.

Os efeitos decorativos também têm que influenciar na sua decisão. Não pense que para adquirir uma bonita peça é preciso gastar muito dinheiro.

Pensando nisso  Modernidade Móveis em parceria com a artista Carolina Haveroth, lança uma linha de peças que transbordam criatividade e estilo, oferecendo objetos de decoração em cerâmica que surpreendam, atendam as expectativas de tendências, lançamentos e sofisticação. Com bom atendimento, preço justo, e desenvolvido 100% manual.

Castiçal Quartzo

Vaso Ret Turquesa

Vaso Ovo Cristal

Para conhecer a linha completa, clique aqui

Autor do post

avatar
Esme Rodrigues

Nasci junto com a Modernidade Móveis e da necessidade desta.

Mais da mesma

Nenhum comentário

  • Não existem comentários ainda. Deixe o seu!