Modernidade Móveis

Clássicos, Modernos e Contemporâneos

Acessório Indispensável

6 de junho de 2009 | Categoria: Decoração Temática| 17 Comentários

Com profusão de cores, formas e tamanhos a escolher, um simples tapete consegue delimitar espaços ou integrá-los. e pode, até mesmo, ser o tema principal de uma sala ou um sofisticado detalhe

Originais como só eles, os tapetes nunca saem de moda. Ao contrário, sempre ditam tendências. Em voga no momento, os tapetes de verão são a dica certa para deixar sua casa com um toque de leveza e elegância, como orienta a arquiteta Carla Dichy quando diz que “um tapete bem escolhido pode ser aquele toque final ao seu ambiente. Tapetes podem deixar um espaço mais aconchegante, dar um toque despojado a uma sala mais simples”.

Inteligentes e interessantes, os modelos de verão fogem do padrão da lã. Mais rasteiros e modernos, ousam na textura, mixando materiais e criando novas soluções, enriquecendo as opções para a casa, que fica com um visual totalmente clean.

Ainda que sejam conhecidos como tapetes de verão, eles não brigam com o clima. No inverno, são convidativos para se aconchegar e, em temperaturas mais elevadas, são opções que não comprometem o bem-estar da casa. São também higiênicos, pois os atuais materiais utilizados não acumulam tanta poeira e, por serem mais rentes ao chão, não soltam muitos pelos – uma qualidade e tanto para os alérgicos de plantão. “A tendência realmente é a cada dia utilizar-se de mais opções ecologicamente corretas na seleção de matérias-primas para confecção de tapetes, visando a sustentabilidade”, afirma a arquiteta. “Inúmeros tipos de fibras naturais obtidas de coco, cana, juta e vime, entre outras, estão disponíveis no mercado e as opções são enormes, tanto quanto o são as opções de texturas.”

Com criatividade e bom gosto, os tapetes de verão podem ser utilizados nos mais diversos ambientes. “Não existe uma regra específica para o uso de tapetes, mas vale a pena lembrar que eles precisam ser bem cuidados”, alerta Carla Dichy. “Sendo assim, colocar tapetes em locais sujeitos a um desgaste excessivo não é uma boa opção”, completa. Vale acrescentar que, mesmo que seja um tapete de verão e sua sala tenha um tema náutico, água nunca combina com tapete, mesmo de fibras naturais. Por isso, ter cuidado de não deixar as janelas abertas também é muito importante.

Fotos: Marco Antonio da Silva

TAPETE, COMO TE QUERO?
Carla Dichy revela que a primeira dica para escolher o melhor tapete para a casa é analisar qual será seu objetivo: ajudar a clarear o ambiente, deixar uma sala mais aconchegante ou mesmo ser uma das principais peças de decoração.

Para quem opta pelo destaque, Carla indica modelos com fios mais longos, ou com grandes estampas; afinal de contas, as opções são praticamente in- finitas. “O que não se pode esquecer é de perguntar sobre as características do material do tapete que você está escolhendo”.

Então, procure sempre saber de quem vende se são resistentes a líquidos; se podem ser dispostos em locais com um grande fluxo de pessoas; qual é a melhor maneira de conservar as cores originais e outras especificações importantes que vão garantir a qualidade e beleza das peças por muito mais tempo.

Fotos: Denílson Machado
O ESTILO clássico que influencia toda a decoração ambiente tem no tapete uma solução para dar um pouco de movimento à sala e deixá-la clean. “O conceito do projeto era destacar os móveis, em sua maioria brancos ou em tons próximos. O kilim indiano em uma cor um pouco mais escura torna o ambiente aconchegante e ressalta o mobiliário, explica. “Não fosse por esse movimento, tudo seria muito monótono. O tapete faz seu papel. Está lá como mais um artifício a favor da sala”. Quadros e espelho veneziano conferem um toque de arte ao espaço.

UTILIZANDO tapetes diferentes, mas que conversam entre si e trabalham no mesmo tema, Carla Dichy integrou de forma harmoniosa o terraço e a sala de estar. “A escolha pelo tapete de verão no terraço foi para cobrir seu piso frio e o aproveitei também para realizar a integração com a sala”, explica. Os demais acessórios da decoração, como as almofadas de seda, harmonizam-se com o ambiente. “Na sala, como o espaço não é muito grande, o tapete serviu para criar sensação de amplitude e valorizar o local”. A textura destacada pelas linhas horizontais da peça de juta segue o movimento dos móveis (mesa lateral, vasos em cerâmica e contribui na valorização do ambiente. “Nesse caso, não se pode pensar individualmente, os ambientes têm de conversar entre si”.

A BONITA harmonia entre o tapete e a mesa de centro, bem rústica e original, é o diferencial desse espaço. Oposto ao anterior, esse ambiente busca, por meio do tapete de lã, delimitar seu espaço. “Dá para perceber que o estilo dele é mais rústico e segue a mesma linha da mesa e das cores fortes da poltrona Swan e dos artigos de decoração, explica a arquiteta. Com uma espessura maior e textura sutil, traz conforto e confere originalidade ao tema.
Fotos: Denílson Machado

Acerte no visual
Os tapetes podem tanto delimitar os ambientes quanto integrá- los. “Se pegarmos dois ambientes de living, um ao lado do outro, e colocarmos um tapete em cada, ficam configurados dois ambientes distintos”, exemplifica Carla. “Ao contrário, se nesses mesmos dois livings colocarmos um só tapete que se prolongue pelas duas ambientações, fica configurado um espaço único”.

Para obter um visual clean, é comum que o tapete tenha cores que acompanhem os móveis e os artigos de decoração. O tom sobre tom garante que todo o ambiente fique harmonizado e que os objetos não briguem entre si. A textura do tapete de verão também é importante no equilíbrio do cômodo, pois uma peça lisa pode transmitir sensação de monotonia, enquanto que, bem trabalhada, algumas texturas conferem movimentos adequados a determinados projetos.

O mais importante, destaca a arquiteta, é estar alinhado com o contexto geral. E isso serve na hora de combinar com o piso, seja de madeira ou porcelanato. “Imagine um tapete vermelho sobre um piso de porcelanato branco com móveis claros e neutros”, sugere. “Irá destacar bastante e pode dar um efeito super bacana, alegre e vibrante. No entanto, imagine que esse porcelanato é bege cor de areia e os móveis estão no tom de fendi e marrom: o vermelho não dá o mesmo efeito, pois compete com as outras cores e pode dar um aspecto triste. Desta forma, é muito importante ver o contexto geral para a escolha de um tapete.”

Transcrição: Esme Rodrigues

Fonte de Matéria: Dcasa

Autor do post

avatar
Esme Rodrigues

Nasci junto com a Modernidade Móveis e da necessidade desta.

Mais da mesma

17 Comentários

  • 1 Rosa | 7 de junho de 2009 às 15:52

    Amei tudo!!!!! e aproveito para pedir uma dica de vcs. Espero que posao me ajudar. Estou reformando a sala de estar comprei estofado preto com 2 poltronas cinza com preto. Gostaria de saber se nesta sala posso colocar um tapete vermelho cardeal ? E a cortina tbm vermelha nao ficara muito pesado ? Se puderem me ajudar ficarei agradecida. Atenciosamente….Rosa

    Responder comentário

    Resposta de Esme

    Olá Rosa!
    Tudo bem?
    Pode por sim.
    Experimente colocar um tecido parecido para simular um tapete se gostar do contraste ponha sem medo.
    Quanto a cortina, melhor um tom mais ameno, como crú, creme, areia marrom clarinho ou qualquer outra cor neutra.
    Espero ter ajudado.
    Beijos e até a próxima.

    Responder comentário

  • 2 Móveis Online | 8 de junho de 2009 às 12:01

    Sem duvida de que os tapetes tem muita importancia na decoração de interiores.

    Responder comentário

  • 3 celia | 17 de julho de 2009 às 21:31

    Ola gostaria de saber tendo moveis em cerejeira e sofa bege qual a cor mais adequada para o tapete.

    Responder comentário

    Resposta de Esme

    Olá Célia.
    Tudo bem?
    Tons de marrom, vinho ou cinza.
    Forte abraço!!!

    Responder comentário

  • 4 Camila | 5 de agosto de 2009 às 14:55

    Oiii sofá marrom escuro com almofadas verde limão combina???A parede do sofá tbem será marrom escuro. O restante das paredes brancas.. Acha q fica legal???

    Responder comentário

    Resposta de Esme

    Olá Camila!

    Parede marrom, o sofá marrom vai ficar apagado.
    Mude a cor da parede para uma outra de sua preferência.
    Sugestão: verde dourado.
    No mais tudo ok.
    Beijos!!!
    Esme Rodrigues

    Responder comentário

  • 5 maria solange vasconcelos azevedo | 11 de agosto de 2009 às 12:11

    olá,

    Gostaria de saber se posso usar dois tapetes iguais no mesmo ambiente
    sendo que um e grande ficar na sala de estar e o outro pequeno em uma sala bem menor na entrada.
    desde já agradeço
    Solange

    Responder comentário

    Resposta de Esme

    Olá Maria.
    Eles não precisam, e nem devem ser iguais.
    Busque um denominador comum entre os modelos, pode ser a cor, a textura, uma estampa ou até a moldura de acabamento.
    Mas nunca iguais, senão acabam parecendo um carpete.
    Beijos e até a próxima!!!!

    Responder comentário

  • 6 polyane | 30 de agosto de 2009 às 19:01

    sofa preto moveis tabaco qual a melhor cor para tapete?(a parede tem detalhe de lilas)

    Responder comentário

    Resposta de Esme

    Olá Polyana!
    Como tem passado querida?
    Pode usar um no tom lilás estampado num tom sobre tom, ficará muito bonito.
    Veja a primeira foto, só que em lilás ou se preferir num tom neutro, como cinza ou bege .
    http://www.modernidademoveis.com/blog/index.php/2009/06/19/tapetes-sob-medida-2/#more-1749 .

    Beijos mil!!!

    Responder comentário

  • 7 Michelle cersosimo | 4 de janeiro de 2010 às 18:19

    Ola,
    Tenho uma dúvida e ate agora ninguem conseguiu soluciona-la: “o tapete em uma sala de tv (pequena-2,80 x 2,50) , pode ou não ficar em baixo dos moveis,( home e do sofá)? Isso irá sobrecarregar o ambiente?
    agradeço antecipadamente .

    bjs Michele

    Responder comentário

    Resposta de Esme

    Olá Michelle.
    Como está?
    O ideal em ambientes pequenos é evitar preenche-los completamente.
    Deixar à mostra parte do chão vai tornar sua sala mais sofisticada e aconchegante, fazendo-a parecer maior, e dará leveza ao ambiente.
    Acesse este link: http://www.modernidademoveis.com/blog/2009/06/19/tapetes-sob-medida-2/.
    Beijos Querida, e até a próxima!!!!
    Esme Rodrigues

    Responder comentário

  • 8 jane | 11 de setembro de 2010 às 21:13

    Olá,gostaria de saber meu sofá é da cor areia a rack bancada é tabaco e o barzinho é tabaco com maple, que cor comprar o tapete.tenho outra duvida minha sala mede 4,5×4,5 meu sofá mede 2,25 eo de 2lugares mede 1,80e a bancada mede 1,80,que tamanho eu compro o tapete.Agradeço desde já JANE

    Responder comentário

  • 9 Fabiana | 20 de agosto de 2011 às 20:44

    Ola!

    Desejo fazer uma reforma no meu quarto e desejo algumas sugestoes.
    Tanto os moveis quanto o chao tem padrao cerejeira. Gostaria de saber quais cores posso utilizar na parede, tapete e cortina para tornar o ambiente mais aconchegante.
    Obrigada

    Responder comentário

  • 10 Iedja Medeiros | 15 de janeiro de 2012 às 15:34

    Olá…minhas paredes sao amarelas, meu sofa é chocolate e duas poltronas castor. Qual a cor do tapete q posso usar?

    Responder comentário

  • 11 Júnia | 4 de fevereiro de 2012 às 19:24

    Estamos construindo uma casa, tipo sobrado, e gostaria de saber se colocar o piso igual na casa toda ficaria legal. Pensei num porcelanato polido, daqueles manchadinhos, e a escada que liga os dois andares de preto polido pra dar um contraste legal. Será que ficaria interessante, tudo de uma mesma cor? Ate pensei em escuro, pois acho chique e não se ve tanto a sujeira, mas como meus moveis são de madeira escura, acho que o melhor é ser claro, o que acha?
    Gostaria de uma opinião sincera, e de uma pessoa experiente no assunto.
    A parte de baixo é toda integrada, sala, copa, cozinha e area externa, e em cima tem 4 suites e uma salinha de tv.
    aguardo resposta, obrigada.

    Responder comentário