Modernidade Móveis

Clássicos, Modernos e Contemporâneos

Ponto de Encontro

4 de março de 2009 | Categoria: Decoração Temática| 9 Comentários

Em formatos e tamanhos variados, decorado de forma clássica, contemporânea ou ainda com elementos naturais, o living se renova para continuar sendo o ambiente mais importante da casa.


Se a cozinha é considerada o “coração da casa”, o living é, sem dúvida, o cérebro. Não que seja algo sem emoção, mas é nele que as pessoas costumam conversar e trocar idéias, é a partir dele que tudo acontece. Chamado, até há pouco menos de 30 anos, de “sala de visitas”, o ambiente era isso mesmo: uma sala cheia de enfeites caros, com uma atmosfera formal, onde os adultos se reuniam e as crianças eram proibidas de brincar. Hoje em dia, o living traduzido como “estar” é a síntese de um espaço de convivência, onde toda a família é bem-vinda, os sofás são bem fofos e confortáveis, a televisão e os modernos equipamentos eletrônicos são parte da decoração e principalmente o ambiente em que as visitas não se sentem como estranhos. Nos novos livings –  assinados por renomados arquitetos e decoradores – todos os móveis têm uma função e os materiais são práticos, fáceis de manter e de limpar. Isso tudo sem colocar em risco o bom gosto na decoração de cada detalhe. Sem as imposições de antigamente, o estilo pode ser um só ou uma miscelânea bem dosada daquilo que os donos da casa mais gostam. O importante é que seja um lugar onde se queira ficar por muito tempo, de preferência na companhia de amigos, embalados em deliciosas conversas e momentos de lazer.

CONVIVÊNCIA PACÍFICA

Amplo e claro, porém aconchegante e confortável, com presença marcante de elementos clássicos, em agradável combinação com peças contemporâneas de sucesso. Assim pode ser traduzido este living concebido pela arquiteta Ana Luiza van Erven para um casal de advogados e seus dois filhos adolescentes. “Resolvi forrar as paredes com papel chenile (Wallpaper) que, além de manter o ambiente claro, também aquece visualmente pela cor (areia) e pela textura e mesclar peças em estilo clássico e de antiquário com móveis de design ou de linhas mais retas e simples, pois a principal função do espaço é a de receber as visitas, já que existe no apartamento um outro ambiente especialmente reservado para o home theater“, diz a também decoradora, que combinou sofás brancos e mesas de centro de espelho  e couch Barcelona de couro preto, com um par de poltronas Luiz XV antigas separadas pela consagrada mesinha Saarinen. Continuando nessa linha, segue o contraste entre o espelho antigo  sobre a minimalista lareira revestida de mármore Pigues, entre o par de abajures de murano com pó de ouro  e a mesa lateral de latão e vidro  e entre a cômoda marchetada  e o aparador de inox e vidro . A sala de jantar tem mesa laqueada, cadeiras estofadas  e lustre antigo de bronze e cristais.

FOTOS: GRAZIELA WIDMAN À PROVA DE BAGUNÇAPara integrar o home theater ao living sem deixar o ambiente com aquele aspecto bagunçado típico das salas de tevê, as arquitetas Magda Tacla Kayat e Vera Ziegert optaram por um telão de vidro (Sony Plan), no qual a imagem é projetada para ambos os lados, podendo ser vista de qualquer ponto da sala. Com nítida inspiração no estilo clássico, o espaço flerta com o contemporâneo graças às linhas retas dos enormes sofás e da mesa de centro com tampo espelhado. O contraponto, na medida exata, entre o antigo e o moderno também pode ser observado no móvel-bar  e nas molduras douradas ou trabalhadas das gravuras em harmonia com duas arrojadas poltronas de couro preto trançado. Um caprichado trabalho de gesso no teto permitiu que as luminárias, as caixas de som e o sistema de ar-condicionado ficassem embutidos em pontos estratégicos, mas também foi fundamental para dar um toque aconchegante aos 70m² delimitados por paredes pintadas em tom off-white e por piso de madeira com aplicação de Bona semibrilho.

TONS CLAROS PARA REJUVENESCER

Localizado no charmoso bairro dos Jardins, em São Paulo, este living pertençe ao apartamento de um casal de empresários, que recebem frequentemente a visita dos filhos já adultos e dos muitos amigos. “Com espaço de sobra para apenas eles dois, os proprietários me pediram que dando importância a área social, integrando os ambientes e valorizando o que o imóvel oferecia de melhor”, explica a decoradora Solange Medina. Para dar equilíbrio e uma poção de modernidade ao estilo clássico, o primeiro passo foi eliminar algumas paredes e unificar todo o piso com mármore Crema Marfil. No teto rebaixado com gesso foram feitos rasgos para a aplicação de luz indireta pontuando aparadores e mesas de centro. Distribuídos em função das imensas portas de vidro que integram a área interna à varanda e à bela vista panorâmica, os sofás foram revestidos com tecido liso ou listrado.Móveis antigos já pertencentes ao casal ou adquiridos em antiquários, como a mesa de centro,o recamier, os aparadores, as poltronas e o armário marchetado,compõem a decoração. FOTOS: KITTY PARANAGUÁ

MÚLTIPLA ESCOLHA

Criar um living que, mesmo multiuso, continuasse     elegante e confortável, foi o desafio lançado pelo casal de empresários paulistanos para os arquitetos Diego Revollo e Sylvio Neri. “Situada entre a sala de jantar e a sala da lareira, esse espaço, além de ser muito usado no dia-a-dia pela família para assistir filmes e ouvir música, é também o espaço em que se recebe para ocasiões formais e jamais poderia destoar dos outros ambientes da casa, todos clássicos”, dizem os arquitetos. O estilo traduzido pelo sofá chesterfield de camurça no tom fendi , na poltrona Luiz XV e na mesa lateral redonda em estilo inglês , onde figuram o vaso e o abajur de murano  ganha uma pitada de modernidade com os cubos de espelho e a mesinha lateral. Como está integrado à varanda com churrasqueira e à piscina, o espaço recebeu piso de placa cimentícia (Solarium), claro, prático e indicado tanto para áreas externas como internas. As paredes com painéis de madeira nogueira americana e revestimento de palha, melhoram a acústica e aquecem o ambiente, assim como o tapete, enquanto o grande espelho garante a amplitude visual.

MADEIRA PARA AQUECER

Para acompanhar o ritmo de vida acelerado de um administrador de empresas, de uma publicitária e de seus dois filhos adolescentes, a arquiteta Debora Aguiar desenvolveu todo o projeto de reforma e decoração desse dúplex no Morumbi, em São Paulo, pensando na praticidade e no conforto. Em estilo contemporâneo, onde predominam as linhas retas e os tons claríssimos, o living de 36m² ganhou uma parede inteirinha revestida com madeira canela de demolição . “Por se tratar de um espaço grande e com pé-direito duplo, esta foi uma solução para garantir o aconchego, assim como os nichos espelhados  e iluminados  e as diferentes texuras”, explica a profissional, referindo-se também ao sofá e às poltronas com tecidos, além das paredes que têm aparência de mármore, mas são na verdade revestidas com stucco venezziano . Sobre a mesa de centro e sobre o aparador, desenhados pela arquiteta e executadas por marcenaria , figuram vasos esmaltados e objetos decorativos . Cortinas de gaze de linho  executadas por Sandra Penteado e luminária de chão  completam a ambientação.

VERSÁTIL E ELEGANTE
FOTOS: LUCAS????

Mais do que um living, este espaço congrega os vários ambientes sociais da residência de um jovem casal – ela, médica e ele, empresário – localizada em Campinas, interior de São Paulo. São aproximadamente 140m² distribuídos entre estar, sala de jantar, sala de lareira, bar e hall. Assinado por Adriana Consulin, o projeto teve como objetivo a versatilidade aliada à descontração, sem deixar de ser luxuoso. “Procurei trabalhar com detalhes estratégicos como cores e acabamentos, com poucos elementos decorativos”, explica a arquiteta, referindo-se às diferentes texturas e aos tons de marrons, beges e crus que, presentes em toda a decoração, imprimem a ela um tom natural: desde o piso de porcelanato Lumini e o pufe de ultrassuede trabalhado em capitonê  o sofá revestido com seda dublada, o tapete de pele e as almofadas . De madeira, as poltronas têm encosto e laterais em fibra natural. Para criar uma sensação de aconchego a um espaço tão amplo, o teto foi rebaixado com gesso e a iluminação , embutida.

NATURALMENTE BRANCO

Empresários do setor da moda, os clientes da arquiteta Evelin Sayar não queriam que seu novo apartamento no Morumbi, em São Paulo, se transformasse em uma vitrine das últimas tendências da estação, mas em um local bonito e agradável, onde pudessem curtir os momentos de folga junto com seus três filhos adolescentes. “Superenvolvida com cores e tecidos, a esposa desejava que a base da decoração fosse branca e, aficcionado por tecnologia, como a maioria dos homens, o marido queria que a sala tivesse, além de um home theater, cortinas, som, ar-condicionado e iluminação automatizados”, explica a profissional. Assim, mármore, madeira e seda compõem uma ambientação de visual supercontemporâneo. Todo o piso do amplo espaço que integra o living e também a sala de jantar e a varanda em L recebeu mármore de Carrara, enquanto no forro rebaixado com gesso foram embutidos a iluminação, as caixas de som e as saídas de ar. Cortineiros de madeira, igualmente branca, emolduram as persianas. Disfarçado em um painel, o armário todo feito com tacos de madeira  foi idéia da arquiteta para acomodar a coleção de CDs e DVDs, além de esconder a fiação dos equipamentos eletrônicos. Dois sofás iguaizinhos , um virado para o home theater e outro para o living, dão a impressão de um espelho. Já o terceiro, apesar de igual, tem tecido prata e cria um visual impactante que, segundo a arquiteta evita a monotonia. Com 16 diferentes tons, o tapete é o único elemento colorido da decoração, que tem ainda bancos de couro preto e mesa de centro, onde também é a mesa de jantar e as cadeiras. O lustre  e os tamboretes.

MARCOS HOMNA

FOTOS: WAGNER SILVEIRAGEOMETRIA EM ALTA

O desejo dos proprietários dessa casa no Alto de Pinheiros, em São Paulo, era ter toda a área social integrada com os ambientes delimitados apenas por desníveis, por isso no projeto das arquitetas Alessandra Benotti e Luciana Godoy não existem paredes separando o living e a sala de jantar. Apenas um murinho de pedras e alguns degraus. “Abusamos das formas geométricas, como se fosse um quebra-cabeça e jogamos com cores e materiais em pontos estratégicos para compor um cenário contemporâneo”, explicam as profissionais que desenharam os sofás em linhas retas revestidos de couro natural , escolheram alguns móveis de design, como a mesa de centro elíptica de Charles Eames, feita de madeira e metal, à mesa de jantar Saarinen e as cadeiras de acrílico transparente  e elegeram o preto e o branco como base da decoração, onde os materiais – vidro, inox, madeira, acrílico e até o concreto da estrutura – aparecem in natura. A única exceção é a moldura da lareira pintada de uva, cor que se repete ao lado do amarelo e do laranja nas almofadas.

O MÍNIMO DE PAREDES

Clara e moderna, a residência do jovem empresário paulista nem parece o imóvel escuro e muito compartimentado, adquirido há pouco mais de um ano. Responsável pela reforma e decoração da casa construída nos anos 50, a arquiteta Flavia Basil conta que, mesmo morando sozinho, o proprietário fazia questão de uma área de convívio bem generosa. “No living, retiramos as paredes que dividiam o estar e o jantar e conseguimos maior luminosidade natural e total integração ao jardim com amplas aberturas e portas pivotantes de vidro (RFG)”, explica a profissional cujo projeto também incluiu um reforço estrutural com viga metálica para garantir a so- lidez da obra. Depois de nivelado, todo o piso recebeu tacos palito (Indusparquet) colocados em uma única direção para ampliar ainda visualmente o espaço, mesma razão pela qual foi escolhido o branco para as paredes, exceto a que compõe a lareira que foi totalmente revestida com pedras canjiquinha. No teto, rebaixado com gesso, foram embutidas a iluminação, a sonorização e o ar-condicionado. Do rasgo junto à lareira, sai o telão. Para a decoração foram escolhidas peças de design e móveis de linhas retas e cores sóbrias, como as poltronas Gôndola, as poltronas de couro marrom, as brancas e os sofás. Responsável pelo colorido da sala, o tapete listrado, O baú e os enfeites.

ACONCHEGO GARANTIDO
FOTOS: J. VILHORA

Beringela foi a cor escolhida pelas designers de interiores Sonia Bonotto e Karina Dimanas para dar destaque a esse living, onde a família composta pelo casal e três filhos costuma se reunir e receber os amigos. “Como eles nos pediram algo confortável e acolhedor, sugerimos a lareira à gás (Construflama), mas com um design bem moderno e discreto, com revestimento de pedra canjiquinha e fechamento frontal com vidro bronze, com base revestida de mármore branco puríssimo”, explicam as profissionais que também criaram um espaço com poltronas de couro bem confortáveis, dispostas em forma de círculo para facilitar a conversa. O mesmo formato se repete no teto através de um rebaixo em gesso em cujo entorno foi embutida a iluminação.  Sobre o piso de tacões de ipê, tapete de pele de vaca  e móveis com desenho limpo e linhas retas, como o sofá revestido de camurça suede na cor chocolate e a chaise-longue de tecido jacquard branco . Destaque para as mesas e os aparadores feitos de madeira de demolição .

LIBERDADE DE CRIAÇÃO

“Construída para um casal jovem, esta casa quase não tem paredes internas. Os ambientes são definidos pelos materiais e pela decoração”, explica o profissional que assina o projeto e decoração, Lupercio Manoel e Souza. Com pé-direito duplo, o amplo living tem como foco principal a lareira revestida com mármore em uma parede folheada com pó de prata e emoldurada por duas imensas janelas responsáveis pela iluminação natural e também pela integração com a varanda e com a paisagem externa. “Mas como o living também é usado como home theater, optamos por persianas automatizadas e xales de voal presos em varões cromados bem clean”, continua. Linhas retas aparecem nos sofás, nas poltronas, no recamier, na mesa de centro e até no tapete. A mesinha Saarinen oferece suas curvas para dar leveza e a cômoda  transformada em bar e as poltronas marquesas antigas, depois de revestidas com tecido listrado, dão um toque de modernidade ao tradicional.

FOTOS: BETO CONSORTE

AMPLITUDE REALÇADA

O ponto de partida do projeto do arquiteto Guilherme Torres para o living de uma casa localizada em Cornélio Procópio, interior do Paraná, foi criar um espaço contemporâneo, onde não existisse distinção entre convívio e lazer, já que se trata da moradia de um casal com dois filhos pré-adolescentes. “Como gostam muito de receber os amigos em casa, eles me pediram ambientes claros e integrados entre si, por isso, durante a execução das obras, decidimos cobrir com vidro um espaço que, a princípio seria um jardim interno. Assim, a sala ganhou um anexo protegido da chuva, porém iluminado naturalmente”, explica o profissional. O living agrega a função de entretenimento com um home theater completo e, graças à metragem (90m²) o ambiente comporta mobiliário de medidas generosas como o sofá de 9,5m de comprimento e a mesa de jantar de 7m, assim como as cadeiras e a poltrona Bubble, de acrílico preto, colocada na galeria. O piso de cimento atérmico branco (Castelatto), foi resinado para garantir fácil limpeza. “Como a casa tem uma atmosfera predominantemente branca, inclusive nas luminárias pendentes e idênticas, os móveis partem de uma cartela de tons de cinza e preto, criando um contraste de efeito gráfico”, completa o arquiteto.

Transcrição: Esme Rodrigues

Fonte de matéria: Revísta Dcasa

Autor do post

avatar
Esme Rodrigues

Nasci junto com a Modernidade Móveis e da necessidade desta.

Mais da mesma

9 Comentários

  • 1 Jéssica | 11 de março de 2009 às 11:34

    Parabêns por mas uma de suas materias.
    Essa ficou magnifica

    bjss

    Responder comentário

    Resposta de Esme

    Olá Jéssica!
    Muito obrigada pelo entusiasmo.
    Voce é sempre muito gentil, e os seus comentários são sempre estimulantes.
    Saudades…
    Beijos mil !!!!!

    Responder comentário

  • 2 Varandas | Modernidade Móveis | 10 de abril de 2009 às 12:07

    [...] o fechamento de vidro em toda a fachada. Ampliada para 54m², a área social que integra living, sala de jantar e home theater ficou mais confortável e espaçosa. Ainda mais com a utilização [...]

  • 3 Estofado novo, casa nova | Modernidade Móveis | 14 de abril de 2009 às 21:28

    [...] PLANEJADO para receber a família nos fins de semana, o apartamento na Vila Nova Conceição (SP) ganhou uma decoração leve e moderna, que busca conforto e praticidade. Os tons suaves e o toque macio dos tecidos predominaram. No sofá, um chenile de algodão off-white e, nas poltronas, um ultrasuede, que é fácil de limpar. Para criar o ar moderno e o visual agradável, a cadeira Swan completou o ambiente com um veludo estampado assinado pela estilista Adriana Barra. O toque final ficou com as almofadas de seda, feitas sob medida num tom similar ao da Swan, e com o tapete felpudo que, apesar de não seguir os mesmos tons, une-se muito bem com a neutralidade do living [...]

  • 4 Vida em harmonia | Modernidade Móveis | 20 de abril de 2009 às 17:23

    [...] Salvador em cada réveillon passado nesse apartamento. Complementando a área social que começa no living, a varanda do imóvel, localizado em Corredor da Vitória (Bahia), é um dos ambientes prediletos [...]

  • 5 Paraíso dos Sentidos | Modernidade Móveis | 27 de abril de 2009 às 19:58

    [...] usados, como madeira e mármore travertino romano bruto, integram-se da cozinha até o final do living, criando uma linguagem única de ambientação. “Um espelho horizontal acompanha toda essa [...]

  • 6 Renovação sem Limites | Modernidade Móveis | 16 de maio de 2009 às 19:07

    [...] São Paulo, era apenas um espaço, por onde era possível transitar da sala de jantar para o living. A arquiteta Edvânia Comitre percebeu que era possível criar com drywall uma divisória que [...]

  • 7 Família Integrada | Modernidade Móveis | 20 de agosto de 2009 às 15:18

    [...] que ganharam ares de contemporaneidade a partir, principalmente, da integração total entre living, sala de jantar e lareira. O piso de madeira de demolição em todos esses ambientes reforça essa [...]

  • 8 A leitura engrandece a alma | Modernidade Móveis | 22 de setembro de 2009 às 14:37

    [...] living do apartamento foi criado pelos arquitetos Antonio Ferreira Júnior e Mário Celso Bernardes para a [...]