Modernidade Móveis

Clássicos, Modernos e Contemporâneos

Preferência Nacional

23 de janeiro de 2009 | Categoria: Decoração Temática| 4 Comentários

Do fogo de chão às mesas elegantes, o churrasco é uma das unanimidades nacionais. Difícil encontrar quem despreze ter em casa um cantinho para o ritual de assar uma saborosa carne em companhia de amigos e familiares

Temos algo, afinal, a agradecer aos hermanos argentinos: o churrasco! A carne no espeto, refeição hoje preparada com facilidade e higiene, além de acessível a todas as camadas da população, tem origem nos pampas, em meados do século XVII. Nesse período, essa região do Brasil era disputada por castelhanos e paulistas, e ocupada por milhares de cabeças de gado selvagem, oriundas de Buenos Aires e de outras áreas da Argentina.

Durante as vacarias – as matanças de gado oficiais (se autorizadas pelo governo espanhol) ou clandestinas, quando realizadas por soldados desertores que acabaram por dar origem aos gaúchos -, os vaqueiros, depois de correrem, cercarem e matarem os bois para a obtenção de couro e sebo, cortavam o pedaço mais fácil de partir e o assavam inteiro num buraco aberto no chão, temperando-o com a própria cinza do braseiro.

Foi somente no final daquele século XVII que a prática do churrasco tornou-se mais difundida, criando-se, assim, novas técnicas para o seu preparo. Em vez de usar-se a cinza, passou-se a temperar a carne com a carona, nome dado pelos gaúchos às duas abas de couro que se colocam sob a sela do cavalo e ajudava a salgar a carne.

Com a doação de terras para colonos portugueses e o estabelecimento de novas estâncias, o churrasco tornou-se, definitivamente, um hábito e foi sendo aperfeiçoado, surgindo os cortes especiais de carne bovina, que, abundante na região, transformou-se no alimento básico do gaúcho. No século passado, o boi passou a ser cortado do modo como se faz hoje, com uma ou outra diferença regional, mas sempre com a mesma ótica: dele nada se perde, tudo é aproveitável.

A generalização do hábito criou, também, diferentes estilos de consumo. Levado para as cidades, o churrasco chegou gradualmente à mesa da maioria dos brasileiros, que preferencialmente aos domingos se reúnem ao redor de uma churrasqueira para apreciá-lo. Seja em casas ou apartamentos da cidade, áreas de lazer, praia ou campo, a churrasqueira acaba sendo o centro das atenções no espaço que lhe for reservado, independentemente do estilo de arquitetura ou decoração adotados, como mostram os ambientes seleciona  dos para você saborear nesta edição!

Para muit

Para muitos convidados

O projeto da casa de campo do casal com filhas gêmeas de sete anos devia contemplar um ambiente para refeições familiares e para churrascos com os amigos. Por isso a arquiteta Cláudia Xavier escolheu uma grande mesa complementada por cadeiras de madeira vergada e localizou o espaço próximo à piscina, promovendo uma integração total entre a casa e a área de lazer. A área tem também passagem para o living, o que garante o acesso ao local mesmo em dias de chuva, e é toda fechada com portas de vidro de correr.

O forno e o fogão a lenha, centralizados e localizados em frente à churrasqueira, são também utilizados para manter a comida aquecida enquanto as pessoas se servem.As pastilhas de porcelana (Jatobá) que revestem a parede próxima à pia e ao fogão convencional e o piso antiderrapante com impermeabilização (Lepri) e de fácil limpeza, seguem o tom rústico do tijolo aparente.

Rusticidade Colorida

Uma casa de campo com inspiração na Provence, longe do estresse da cidade, era o sonho do moderno casal com filhos pequenos. A arquiteta Célia Orlandi projetou a reforma da casa de condomínio no interior paulista, com aproximadamente 30 anos, mantendo o estilo compatível com o padrão do condomínio, porém adaptando às necessidades da família.

A antiga área de quintal e lavanderia deu lugar a um espaço de convivência gastronômico ligado à varanda e à piscina, formado por um gazebo com estrutura metálica verde-escura e telha de policarbonato com forro de bambu para controlar a luminosidade interna, no qual foi instalada a churrasqueira.

Aproveitando a rusticidade do tijolo externo, da madeira e da lajota já existentes, Célia utilizou cores quentes e clássicas no cimento queimado para integrá-lo aos demais materiais, além de aproveitar diversas peças do acervo do casal na decoração.

Aproveitamento  Total

O casal de advogados de meia idade com uma filha de 24 anos, solicitou à arquiteta Clélia Regina Ângelo  um espaço amplo integrado à casa, que os convidados também pudessem usufruir. assim a churrasqueira  foi estrategicamente centralizada, protegida por  vidro e ladeada por várias bancadas de apoio, projeto da  arquiteta. Clélia apostou no aproveitamento de material de demolição e do material retirado da própria casa durante a reforma, como as tábuas que reacessóriosvestem as colunas e o teto, com iluminação embutida além do piso de pedra mineira. Os tons terrosos adotados proporcionam aconchego. Destacando acessórios garimpados no artesanato do Embú, e a combinação de aço e vidro dão uma nota de Modernidade


Puro Lazer

Concebida com projeto contemporâneo pelo arquiteto Aquiles Kílaris para um casal de empresários de meia idade com quatro filhas adultas, a casa construída em um centro urbano se destaca pela plasticidade das linhas curvas. A área de lazer – o coração da casa – e o espaço gourmet (armários planejados SCA,visual) integram-se na mesma varanda, próxima à piscina de formas orgânicas revestida de pastilhas de porcelana (Atlas) em tons de azul.

Relevos em formas e cores estilizadas de montanhas nos muros reforçam as referências campestres e o paisagismo (Iara Kílaris) que adota plantas frutíferas como a jabuticabeira (Floricultura Beija- Flor) e confere ao jardim um toque de pomar. Para aproveitar o visual, duas poltronas de vime que foram instaladas em sua sombra.

Refeições em Família

O jovem casal com filhas na casa dos 20 anos desejava montar um ambiente de lazer descontraído e prático, adotando um padrão de acabamento rústico.

As arquitetas Silvana Curi e Flavia Yazbek projetaram uma bancada de granito branco Itaúnas em “L” (Tom Mármores), alocando na quina o forno de pizza e em uma das extremidades a churrasqueira, ambos revestidos com textura que simula tijolo aparente branco. As mesas centrais com tampo de madeira teka  possuem rodízios para deslocamento, deixando o espaço flexível, e em uma delas foi colocada uma chapa elétrica. Para complementá-las, banquetas de fibra natural.

Pensando na facilidade de manutenção e limpeza os armários têm acabamento laminado com textura de madeira  e o piso de quartzito branco com corte manual foi envelhecido (A. Pelucio).

Continuação da Varanda

A casa com quase 20 anos de construção foi totalmente reformada a pedido da proprietária, uma empresária de meia-idade, que solicitou à arquiteta Prudence Winardi a modernização dos espaços e dos materiais de acabamento.

A varanda onde está instalada a churrasqueira e a bancada com armários (Florense) recebeu fechamento de painéis de vidro temperado incolor e esquadrias de alumínio (Aluminc). Voltado para a área de lazer com piscina e spa, o fundo também de vidro da churrasqueira, com suportes para espetos, permite apreciar a paisagem. Destaque para o piso branco Castellato (Decor Banho) em placas de 1m² que realça o mobiliário de fibra natural de acervo da proprietária.

Conforto Absoluto

O casal de publicitários buscou na residência de condomínio próximo à capital tranqüilidade para criar o filho. Após dois anos de locação, decidiu-se pela compra e reforma para adequação da moradia ao estilo de vida da família.

O projeto arquitetônico de Marcelo Marzenta e William Cervenka, da MWAA interligou a área de lazer à residência, criando um amplo ambiente com churrasqueira para reunião de amigos, ampliando o salão para uso como escritório e sala de ginástica, e permitindo o aproveitamento do terraço mesmo em dias chuvosos.

Na ambientação, a arquiteta Ana Luísa Van Erven adotou cores, texturas, materiais naturais e ornamentos que proporcionam conforto e aconchego, criando um clima acolhedor, como o cantinho da espreguiçadeira com almofada de estampa floral  ladeada por banqueta e lanternas de ferro. Serviço de mesa da Magnificent Home Style.

Moderno e Natural

A solicitação do jovem casal com filhos pré adolescentes para o arquiteto Guilherme Torres incluía um espaço muito contemporâneo, no qual as funções de lazer fossem totalmente integradas, atendendo às demandas da família, que recebe muitos convidados nos finais de semana.

A madeira cumaru (Londripiso) aplicada no revestimento do piso, paredes e na confecção dos bancos da mesa de refeições, destacada pelas áreas de pedra portuguesa, segue linhas completamente retas e minimalistas, de acordo com a expectativa dos proprietários. A idéia do arquiteto ao adotar essa homogeneidade de material foi mimetizar o espaço da churrasqueira na arquitetura da residência.

O balcão frigorífico que estoca as bebidas e os tampos da pia e a mesa são de aço inox escovado e para sustentar a mesa, Guilherme utilizou estrutura metálica revestida de espelho

Discrição sob Medida

Ao trocar a casa por um apartamento, buscando maior segurança na    moradia, o casal gaúcho de meia-idade solicitou ao arquiteto Luiz Sentinger que mantivesse a churrasqueira em seu projeto, mas sem deixá-la aparente.

O arquiteto optou por embutir a churrasqueira atrás do charmoso bar (projeto de Luiz Sentinger, marcenaria Movesa Móveis) e adotar um painel laqueado branco para fechá-la quando não em uso, seguindo a mesma linha do living, onde as paredes são forradas com painéis melamínicos e MDF (Duratex, marcenaria Movesa Móveis) laqueados de branco. O eficiente sistema de exaustão impede que o ambiente fique enfumaçado.

A iluminação embutida e direcionada (Artecitta) cria um agradável efeito visual, enquanto as persianas Luxaflex de alumínio branco (Bela Vista Interiores) permitem controlar a intensidade da luz ou preservar a intimidade da família.

Bem Planejada

Para aproveitar a pequena área disponível na varanda do apartamento o jovem casal solicitou à arquiteta Sandra Picciotto um projeto leve, mas com personalidade. A volumetria da churrasqueira ampliou a bancada e o ângulo de visão, criando contraste que valoriza o material utilizado e o design do equipamento. No painel de madeira escurecida (JG Marcenaria) que nasce a partir da bancada de granito carijó, pequenos vasos (LS Selection) sobre miniprateleiras suspensas enfeitam e permitem cultivar temperos frescos.

Para manter a leveza do espaço, mesa com tampo de vidro e cadeiras de madeira freijó com encosto vazado (Arredatori). Serviço de mesa da Zona D.

Para Receber

A varanda aconchegante com dois ambientes – um de estar e outro de refeição – favoreceu a criação deste projeto da arquiteta Renata Cáfaro para o jovem casal com duas crianças, onde a madeira de demolição reutilizada na mesa e nos painéis dá o tom. A idéia era criar um ambiente aconchegante, prático na limpeza e manutenção, e principalmente adotar móveis que de fato fossem utilizados pela família no seu dia-a-dia, como o carrinho móvel que atende a churrasqueira Toda a marcenaria, incluindo painel de parede, mesa de refeição, gabinete e painel da pia da churrasqueira e as mesas de centro, foi projetada pelo escritório.

Para complementar a madeira, móveis de fibra natural , e cores apenas nos objetos de decoração como quadros, almofadas e objetos

Visual Despojado

A principal solicitação do casal com filhos adolescentes era criar um espaço no apartamento em que a família pudesse se reunir e recepcionar os amigos. Para atendê-los, a arquiteta Cilene Monteiro Lupi mesclou o estilo contemporâneo com toques de detalhes clássicos, focando a sustentabilidade, uma vez que o material predominante do ambiente é madeira de demolição.

As cores utilizadas dão sensação de amplitude ao projeto, em que deques de madeira removíveis são aplicados sobre o piso frio e rústico (Portinari), integrando as salas ao terraço para o máximo aproveitamento arquitetônico. O paisagismo exuberante adota várias espécies e uma grande mesa de cruzetas para dez pessoas (marcenaria da arquiteta) tem em uma das extremidades uma chopeira com tampo de Marmoglass (Pedras Villar).

A churrasqueira a carvão (Casa do Churrasqueiro) tem coifa de inox e é separada da pia por vidro temperado.

Transcrição: Esme Rodrigues

Fonte de matéria : Dcasa

Autor do post

avatar
Esme Rodrigues

Nasci junto com a Modernidade Móveis e da necessidade desta.

Mais da mesma

4 Comentários

  • 1 Varandas | Modernidade Móveis | 9 de abril de 2009 às 11:46

    [...] de espaços abertos usados apenas como acanhados jardins. Nos últimos anos, elas ganharam churrasqueiras, desenhos e formas arrojadas e passaram a ser ambientes valiosos para receber os amigos ou [...]

  • 2 Vida em harmonia | Modernidade Móveis | 20 de abril de 2009 às 17:23

    [...] uma bela vista da Hípica Paulista. Integrada ao andar superior da cobertura, a varanda com churrasqueira é o prolongamento natural do home theater, bar, lareira e lavabo. “É um espaço [...]

  • 3 ElenaLisvato | 6 de agosto de 2009 às 6:30

    thanks !! very helpful post!

    Responder comentário

    Resposta de Esme

    Hello, Helen.
    Okay?
    thank you ppelo comment.
    We are happy to help.
    strong hug!!!

    Responder comentário