Modernidade Móveis

Clássicos, Modernos e Contemporâneos

Quando Menos é Mais

30 de agosto de 2008 | Categoria: Iluminação| Seja o primeiro a comentar!

Descubra como a iluminação indireta pode trazer mais conforto e apelo para os ambientes.

Tão importante quanto definir os objetos que compõem o ambiente, a iluminação dá vitalidade ao conceito decorativo. “Tem de ser bem planejada para integrar, dar conforto ou mesmo dramatizar”, explica o arquiteto e light designer Augusto Galiano, da Lunare Iluminação.

“Muita luz não significa boa iluminação; o importante é como ela será usada e desempenhará suas funções, criando atmosferas que salientam detalhes da arquitetura e decoração.”

  • Deixe lâmpadas incandescentes, ou “quentes”, para quartos e salas de estar, jantar e TV. As “frias” ficam nas cozinhas, garagens, despensas e áreas de serviço. Banheiros, halls e escritórios ganham com a mescla das duas: um spot sobre o espelho, para maquiagem ou barba; ou um abajur sobre a mesa, para leitura.
  • A iluminação indireta é ideal para dar aconchego à sala de estar, por exemplo: pequenos feixes de luz, como abajures e spots, fazem o serviço. “Geralmente, a luz não vem do alto, e fica direcionada para objetos ou paredes, iluminando o cômodo apenas parcialmente”, ensina o arquiteto.
  • Para “dramatizar” a decoração, Galiano indica lâmpadas dicróicas e halógenas, que destacam detalhes ou um ponto específico na parede. Já a iluminação difusa – com sancas, luminárias com difusores de vidro ou abajures – promove aspecto uniforme e cria sensação de relaxamento.
  • Nas downlights (luzes para baixo), são utilizadas as lâmpadas de foco fechado, colocadas no teto e direcionadas para elementos a destacar. Para acertar o alvo, faz-se um calculo geométrico que leva em conta o pé-direito, o ângulo do feixe de luz da lâmpada e a distância desta até a parede.
  • O uplight (luzes para cima) é ótimo efeito para criar luz geral em um ambiente: vários pontos jogam luminosidade para o teto que, refletida, se dispersa por todo o espaço.
  • O wall washlight (luzes na parede) valoriza uma das paredes da sala, “criando a sensação de que a luz esmaece suavemente, lavando a parede de cima para baixo”, diz Augusto.
Créditos:
Augusto Galiano é arquiteto, light designer e diretor comercial da Lunare Iluminação e Decoração.

Autor do post

avatar
Esme Rodrigues

Nasci junto com a Modernidade Móveis e da necessidade desta.

Mais da mesma

Nenhum comentário

  • Não existem comentários ainda. Deixe o seu!