Modernidade Móveis

Clássicos, Modernos e Contemporâneos

Dia dos Namorados

11 de junho de 2008 | Categoria: Decoração Temática · Dicas| Seja o primeiro a comentar!

dia dos namorados

Uma casa romântica satisfaz os sentidos e aumenta a intimidade

Fazer da casa um bom cenário para cenas de romance requer um pouco de dedicação e o máximo de desapego a elementos decorativos brochantes. Imagine você se é possível pensar em rolar em tapetes de sisal ou incorporar divas cinematográficas em cenas de beijos ainda mais cinematográficos com três fileiras de lâmpadas fluorescentes sobre a sua cabeça. Não mesmo. Assim como não é viável fazer a cena da banheira de espuma em um banheiro com roupas aglomeradas sobre o bidê. Cama dessarrumada então… sem condições. Qual é a graça de se jogar sobre lençóis amassados e travesseiros ainda com o formato da noite anterior? Nenhuma.

Livrar-se de elementos inimigos dos bons momentos em dupla, portanto, é o primeiro passo para o sucesso de uma noite festiva entre quatro paredes. Comece pelo quarto, ambiente propício para as cenas mais esperadas da noite. Mude os lençóis (não importa que você trocou os atuais há apenas dois dias). No lugar do jogo em uso, entra em ação um outro, recém-saído da gaveta. Se tiver sido desamassado com água de passar com essência de baunilha, ainda melhor… O passo seguinte diz respeito à iluminação. Em dias de festa, a luz é fundamental, é sempre bom lembrar. Verifique se as lâmpadas dos abajures estão ok. Se uma vez acesas produzem uma luz convidativa. E também se é preciso “importar” uma luminária da sala para obter o efeito desejado.

E por falar em sala, é por lá que as pessoas costumam entrar. O que significa que mimos especiais são mais do que bem vindos. Acenda um incenso perto da porta ou borrife alguma essência de sua preferência no ar. Regule a intensidade da luz a seu bel prazer. Se estiver claro de mais, troque as luzes por montes de velas (é clichê sim, mas sempre funciona). As chamadas luminárias de vela (aquelas bolas ocas, abertas na parte superior e que acomodam velinhas menores) são boas opções: elas iluminam bem e ainda evitam respingos fora do script no chão da sua sala enquanto as cenas já estiverem rolando. E por fim, as inevitáveis flores – um maço que seja, bem posicionado numa mesinha lateral ou na mesa do jantar, é sempre um bom efeito especial.

Se o cardápio da noite incluir comidinhas, opte por pratos que não exijam performances exageradas na cozinha. Dia dos namorados não é dia de bancar a Amélia. Encomende pratos prontos com antecedência, bole iguarias boas de beliscar (como tortas frias fatiadas em pedaços pequenos ou sanduíches miniaturas preparados com ingredientes luxuosos: queijo cremoso, presunto de Parma, salmão defumado…). Seja qual for a alternativa escolhida, porém, é de bom tom que a mesa já esteja arrumadinha, pronta para acomodar os quitutes, a bebida que você e seu par mais curtem, um docinho para a sobremesa, servida beeem tarde.

No mais, é curtir a festa e torcer para a outra parte querer voltar, sempre.

Dicas:

Eliminar qualquer vestígio que lembre dias de caos em casa: roupas no varal, toalhas molhadas no banheiro, louça suja na pia da cozinha e outros desastres do gênero.

Para uma noite longa, o Champagne e os copos específicos são os mais recomendados para aquecer o romantismo no seu lar. Acompanhe com frutas e chantilly ou creme de leite batido.

Coloque seu CD favorito. A música suave ou clássica são ideais. Se do lado de fora houver muito barulho, feche as cortinas para amortecer os sons. Um cômodo pacífico é o melhor para se enconcertrar no seu par e assim não se distrair com televisão outros coisas.

A cama é o mais importante no quarto. Assegure-se de ter um colchão bem confortável e roupas de camas aconchegantes.

As luzes intensas quebram o romantismo do ambiente. Elas devem ser suaves e de pouca intensidade. Para noites especiais, nada mais romântico do que velas aromáticas.

Para aumentar o ar romântico, use uma essência de lavanda ou outra de sua preferência.

Coloque pétalas de rosas vermelhas sobre a cama.

Fonte: Chris Campos – http://casadachris.uol.com.br/coluna_materia.php?id=33

Autor do post

avatar
Esme Rodrigues

Nasci junto com a Modernidade Móveis e da necessidade desta.

Mais da mesma

Nenhum comentário

  • Não existem comentários ainda. Deixe o seu!